domingo, 15 de fevereiro de 2009

Lendas Urbanas


O blogdogeohistoria está inicando um projeto de catalogar lendas urbanas cujo cenário seja obrigatoriamente a cidade do Natal-RN. Portanto, quem conhecer alguma historia de assombração, envolvendo pessoas ou prédios da nossa cidade, favor nos enviar o relato e as fotos do local.

Esse é um longo trabalho de pesquisa de história oral que o professor Adailton Figueiredo está iniciando para resgatar as lendas urbanas da nossa cidade.

Desde já, ficamos gratos.

Envie para nosso blog ou para o e-mail:
adailtonfigueiredo@uol.com.br

3 comentários:

guilherme C. Neri disse...

como pesquisador de lendas, eu conheso para mais de vinte hestorias, algumas do interrior, outras de indios e outras daqui de natal mesmo, mas ta tudo aqui na cachola.... a medida que eu for lembrando eu ou posto aqui ou mando para Adailton

guilherme C. Neri disse...

a lenda do golem do potengi

resa a lenda que na epoca que os holandeses tominaram o nordeste, um capitao holandes aprendeu as com o page que vivia a beixa do potengi.

quando começo o quebra pau para expusar os holandeses, esse capitao criou um golem feito de terra retirada do rio potengi, quando o capitao foi da ordem ao golem, o golem nao obedecia, pois só entendia lingua antiga de indio, o capitao ficou puto de ódio e tento destruir o golem, mas termino que quem morreu foi o capitao, como castigo o golem agora fica no fundo do rio potengi....

....................

eu estava apostando carrera no nado com meu amigo, para ver quem atravessava primeiro o rio potegi, quando estavamos quase chegando no outro lado do rio quase que dava pé, sem mais nem menos o chapa dele cai no riu, eu dei uma mergulhada para tenta alcança a chapa, mas quando eu tava na metado eu já tinha alcasado a chapa, mas quando dei fé, um par de olhos vermelhos apareceram do nada, pelo amor de deus, omi, o medo foi tanto que só de um impuso chequei lá em sima e depois de duas brasadas tao bem dada que chequei na beira daqua. quando sai da aqua me virei assim para ver se o bicho queria me seguir, mas nada, a unica coisa que vi foi ele se afudando e a areia subindo e meu tio sem saber que porra tinha acontecido.

isso aconteceu realmente, e quem tiver achando que eu to mentindo , nem leia os proximos. pois como galego assis, só conto historias verdadeiras

Lindi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.