sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Carta aberta aos aprovados e não aprovados no vestibular da UFRN


Passados mais de dez dias do resultado oficial do vestibular da UFRN, resolvi escrever uma carta destinada a todos aqueles que prestaram o concurso para entrar na comunidade acadêmica. Os ânimos já baixaram, a euforia de quem passou já está voltando ao normal e as feridas já começaram a cicatrizar para aqueles que não conseguiram.

Sei que as dificuldades e esforços foram muitos para todos os alunos: vários têm de escutar cobranças em casa, outros trabalham ou têm filhos para cuidar, alguns apresentam dificuldades exatamente nas disciplinas específicas. Enfim, cada um com seus problemas.

Aos que conseguiram vencer essa guerra, desejo muitas felicidades. A universidade é outro mundo – diferente dos colégios e cursinhos que freqüentávamos – no qual as disparidades se fazem mais latentes e, em tese, são mais aceitas. Tenho muitos conselhos, afinal já são quase nove anos de UFRN – juntando a graduação e o mestrado em História e a graduação em Direito – e de muitas experiências vividas, pois já fui – e ainda sou – aluno, bolsista de iniciação científica e até professor substituto.

Aqui vão alguns:
  1. Não escute conversa de corredor. Geralmente, os alunos que ficam perambulando pelos corredores ou pagando “Cantina” (I, II, III, IV...) não são bons exemplos acadêmicos. Ouvi muitas reclamações sobre professores – “grosseiro”, “casquinha”, “reprova todo mundo” – e disciplinas – “horrível”, “muito chata” – e resolvi ignorá-las. Claro que fiz minha “pesquisa” com alunos veteranos mais responsáveis e, depois de ouvir as opiniões, tomei minhas decisões. Não me arrependi de nenhuma.
  2. Se engaje nos projetos propostos pelos cursos e pelos centros acadêmicos (CA). Fazer parte do CA é uma experiência muito interessante, principalmente se o pessoal se preocupar com questões sérias. Mas também tem que ter a brincadeira, porque ninguém é de ferro, não é? Além disso, participe de palestras, mini-cursos, discussões, projetos de extensão e coisas do gênero. Às vezes, em uma hora de palestra se aprende mais do que em quatro meses de disciplina.
  3. Se aproxime de bons professores. Procure se engajar em algum dos projetos por eles coordenados. Ser bolsista ou monitor é muito bom, faz você estudar além do necessário. Ademais, te dá a oportunidade de ir para congressos, simpósios e encontros nos quais você vai conhecer novos lugares, fazer contatos e, por que não, se divertir.
  4. Não se esqueça dos estágios. São importantes para unir teoria e prática.
  5. Conheça sua universidade. É importante Ir à biblioteca, à cooperativa cultural, à escola de música, dentre outros lugares. Chegar do carro, assistir a aula e ir embora não é legal. Você estará perdendo uma grande oportunidade de aumentar sua cultura e de incrementar suas amizades.
  6. Vá para as calouradas e resenhas com o pessoal! Universidade não é só estudo.
  7. Fazer universidade é, acima de tudo, VIVER a universidade! Não desperdice essa chance!
Aos que não conseguiram ingressar na UFRN, lembre-se que vocês não perderam a guerra, apenas foram derrotados nessa batalha. Persevere! Ser persistente é fundamental para conseguirmos nossos objetivos. Como diria o professor Luiz Flávio Gomes, “quem sai do gramado nunca marca gol. Ao contrário, vai para a arquibancada”. Tenho certeza que vocês querem aplaudir o sucesso dos outros, mas também querem ser aplaudidos.

Fazer um curso superior depende de cada um. O professor é mais um orientador. Ele não vai pegar a sua mão e ensinar você a escrever. Ele diz onde está o conhecimento e cabe a você ir atrás. Portanto, você pode se preparar bem em outras faculdades, desde que você tenha sede de aprender e queira sempre estar acima do nível.

Para quem vai tentar o vestibular UFRN outra vez: neste ano, estude mais as matérias que você tem dificuldade. Frequentemente vejo excelentes alunos em História, Geografia e Línguas que não conseguiram passar em Direito porque ficaram muito longe no resultado da primeira fase. Assim, é tão importante estudar as disciplinas não-específicas quanto as específicas. Infelizmente, nós, seres humanos, preferimos o que conhecemos ao invés de nos aventurarmos. Mude isso neste ano: se aventure num novo conhecimento, procure bons professores e livros didáticos e se atire nessa viagem!

De uma coisa vocês podem ter certeza, a recompensa é maravilhosa.

Desejo a vocês um grande 2009 (meio atrasado, mas ainda vale!) e que todos sejam muito felizes e realizados!

Abração!

João Carlos Rocha

Natal, 15 de janeiro de 2008

7 comentários:

ma_luzinha1 disse...

João Carlos, quero parabenizá-lo pela qualidade excepcional do seu trabalho.Aprendi muito , muito, muito mesmo com você.Espero ter na UFRN o mesmo sucesso q vc tem!Vc é um grande exemplo q eu pretendo seguir.
Um grande abraço,
Maria Luísa.

João Carlos Rocha disse...

Valeu, Maria Luísa!
Fico muito feliz com seu sucesso e foi um privilégio ter uma aluna como você!
Abração!

tatyane disse...

Poxa, me identifiquei em muita coisa que você escreveu João. Como a Maria Luisa, também aprendi muito com você, muitissimo mesmo, hoje o que sei de história devo a grandes professores como você e Henrique, afinal foram vários anos sendo aluna dos dois, tanto no colégio quanto no CIS, rsrs. Vocês são exemplo de como se lecionar,exemplo de dedicação.

Quanto a UFRN, realmente conversas de corredor não dão em nada, já entrei em matérias com muito medo pois ouvi comentários maldosos feito por parte de outros alunos, e ao longo da matéria vi que não o que eles pintavam. É bom procurar veteranos responsaveis para se ter noção de como é o curso e as disciplinas. Bater perna pela UFRN é excelente, descansar nos bancos do goiabinha, jantar no setor I,e finalmente assistir aula no seu setor (no meu caso o CB) e em outros setores!! Afinal, a Universidade é sua também!
Iniciação ciêntifica foi uma das melhores oportunidades que tive lá dentro, é como disse João, te ensina a aprender de verdade, você acaba superando barreiras, estudando mais do que você achava capaz de suportar e é muito bom!eu aconselho( fora que rola uma graninha todo mês:D)

Porém passei pela experiência desagradavel de ser reprovada no 1° vestibular, e o único conselho que dou é: levante a cabeça por mais dificil que seja, se dedique um pouco mais e não fique nervoso!não se deixe ser afetado pela reporvação, foi só um tijolinho que você não conseguiu erguer por estar cansado, ou desistimulado ou nervoso, há um muro inteiro a ser erguido ao longo de suas vidas, descanse um pouco e vão pra batalha novamente!Só os mais aptos sobrevivem, já dizia Darwin!

:D
A entrada na Universidade foi um passo grande para mim, um passo para a vida adulta, cheia de responsabilidades que antes não tinha, mas foi o passo mais feliz da minha vida e devo isso a grandes professores como vc João!

No mais, quero agradecer todo o apoio que essa equipe me deu ao longo do ano de 2007, agradecimento esse um pouco atrasado, que não exprime nem um pouco do que vocês foram pra mim, mas é de todo coração.
Agradeço muito à você João, Henrique e Bosco! vocês são 10!

=*

ysabelly disse...

joão!!!! quero lhe agradecer pela paciência que vc teve comigo...pela dedicação de vcs, q estavam sempre prontos para nos ajudar.peço obrigada pq vcs são uma equipe maravilhosa, que tenho orgulho de dizer a todos q sem o apoio de vcs eu n teria chegado tão longe, o cis merece todo o sucesso q está fazendo, por isso sempre q ouço alguém dizer q está procurando um curso bom de história e geogarafia, sem perder tempo indico logo vcs! pq confio na qualidade de ensino, e sei q melhor equipe n há!!!!!nos meus dois anos de cis aprende muito, n só para o vestibular mais para vida.... levarei sempre comigo os conselhos de vcs... e sobre a lei feita aos imigrantes de Getúlio vargas?! rsrsrs... aprendi mesmo.... um abraço a toda equipe e mais uma vez obrigada...(enfermagem-2009.1)

Andressa Câmara disse...

João Carlos, queria te parabenizar e à toda equipe do Cis pelo trabalho exemplar desenvolvido ao longo do ano. Devo parte dessa conquista (o ingresso na UFRN) a vcs. Me sinto feliz por ter tido a oportunidade de ser aluna de um profissional dedicado e competente, que é vc.Admiro muito seu trabalho. Obrigada por tudo.

Natalia Guimarães disse...

João Carlos, isso é tão gentil da sua parte...De verdade.
Muito obrigada!
Sabe, esses conselhos que vc deu pros aprovados, essa lista de coisas pra se fazer na UFRN... isso me fascina tanto! Projetos, pesquisa... coisas que só acontecem no ambiente universitário, mesmo. Isso é o que mais me inspira pra entrar na UFRN! =)

Obrigada pela força aos que não passaram dessa vez, como eu. Aí vem mais um ano de estudo e infelizmente não vai dar pra eu cursar novamente o CIS, mas pode ter certeza que tudo o que eu aprendi com a equipe ano passado tá bem guardado aqui! Sou muito grata à equipe por isso! =D

Feliz 2009 atrasado pra vc tb!

Iuri disse...

Rapaz, queria ter escutado alguns conselhos desses antes de entrado na UFRN. Mas como vc entrou junto comigo nao deu neh jovem! As experiencias na UFRN sao diferentes pra cada um. Eu, se pudesse, teria feito muita coisa diferente do que fiz quando entrei. Essa tal diferenca entre colegio, cursinho e universidade realmente existe e um conselho bem mais basico do que todos esses que vc deu seria: Se vc nao tem alguem pra lhe dizer como eh a universidade, va atras e conheca mais sobre o seu curso e principalmente, conheca como a universidade funciona antes de, de fato, entrar nela. Faz diferenca e muito!

Abraco ae Boe.. dia desses tava escutando coldplay aqui lembrei de tu hahaha.. bora voltar a tocar.. esse negocu de soh ficar ensinando e lendo e estudando eh bom mas como vc disse nimguem eh de ferro. - E num esculhambe minha ortografia n que aqui o teclado eh ingreis!