segunda-feira, 2 de março de 2009

Usar a tabuada ainda vale?


Você sabe a tabuada? Como aprendeu? Geralmente, a professora ou professor dava uma ordem para que todos estudassem, para não dizer decorar, a tabuada. Ou então pedia que os alunos repetissem exaustivamente a tabuada pedida, a de 5, de 6, de 9... Era assim que acontecia no seu tempo? E tinha também aqueles lápis que vinham com a tabuada impressa para você estudar, ou uma régua com a tabuada de 0 a 9. Eram tantas artimanhas para se aprender, mas poucos eram os que aprendiam de verdade. No máximo decoravam. Se você acha que ensinar tabuada é coisa do passado, pode não ser bem isso. Hoje ainda existem professores que praticam essa forma e a têm como a melhor maneira de aprender a calcular. Mas há outros que não vêem na “decoreba” um método seguro para que se aprenda. Decorar não quer dizer aprender. Há até quem resista a usar o mecanismo em sala de aula, com a alegação de que não se usa mais tabuada e existem outras formas de aprender a contar.

O Blog gostaria de ter a opinião dos nossos queridos alunos, professores e amigos.

7 comentários:

Victor disse...

Aprendi realmente matemática usando a tabuada, considero assim,essa técnica como eficiente pois foi o alicerce da minha educação e a uso até hoje.

Guilherme C. Neri disse...

eu nao decorem a tabuada, eu a aprendi, se mederem uma conta 7x7, eu vou fica um tempinho fazendo 7+7=14 14+7=21..... ate chegar ao resultado.

bem, tem professor que eu estou certo em ter "aprendido" e nao "decorado" a tabuada, mas eu creio que decora seja bem melhor. vamos para um exemplo ^^

no concurso, eu iria perde muito tempo fazendo o que eu já sitei ali em sima,7+7=14, 14+7=21, 21+7= 29....ate chegar ao resultado. com isso eu irei perde um tempo da gota serena, e no caso, quem decoro a tabuada vai ganha tempo para melhor interpreta as questoes.

Cybelle disse...

Tenho pra mim que essa é a melhor (até onde sei, única) maneira, mesmo! Hoje, dos cálculos de cabeça e no rascunho...recorro a minha querida tabuada decorada com músicas!
Na época eu achei super divertido encontrar uma música pra cada! hehehe

Lino V. Araújo disse...

Não considero a tabuada um "decoreba", trata-se de um ótimo exercício mental que promove uma maior habilidade de vizualização dos processos de operações matemáticas.
Se fosse um simples ato de decorar, pessoas que realmente trabalharam e exercitaram a tabuada se restririam a saber apenas operações com os algarismo de zero a nove, envolvendo as quatro operações básicas(soma,subtração, multiplicação e divisão),e como sabemos, tal fato não é verdade.
Quem estudou bem a tabuada raciocina com mais destreza em cima de qualquer número e com qualquer tipo de operação. A lógica disso está no simples fato de que nosso cérebro possui uma regiao voltada para os cálculos, responsável pelo que os cientistas chamam de Inteligência Lógica, que abrange raciocínios matemáticos e de lógica em geral. Uma pessoa que exercita cálculos aprimorará esse tipo de Inteligência, assim como uma pessoa que escreve e lê bastante desenvolverá a Inteligência linguística. Existem mais cinco tipos de inteligência:a Motora, Espacial, musical, Intrapessoal e Interpessoal.
Acho o uso de calculadoras, principalmente no ensino fundamental, um verdadeiro aleijamento intelectual dos alunos, os quais ficam extremamente dependentes e lentos em seus cálculos. A tabuada nunca foi feita para ser decorada, foi feita para desenvolver o raciocínio. O ato de decorá-la, que muitas vezes os próprios professores ensinam, utilizando inclusive os chamados "macetes" como usar os dedos para contar, é uma deturpação do real propósito didático concebido pela tabuada.

emille disse...

rapaz...
assim...eu aprendi a lógica da tabuada, mas confesso que na época haviam algumas que eu decorei mesmoo... e rezava pra minha professora me perguntar aquela que eu sabia!
heheeheh...
mas até hj, as vezes esqueço a conta de determinada tabuada e daí pego a mais proxima que lembro e vou somandoo!
acho que esse deveria ser o proposito, fazer os alunos entenderem a lógica da tabuada!
;D

Anônimo disse...

Aprendi muito do que sei de MATEMÁTICA NO KUMON! Método japonês EXCELENTE, onde você acaba aprendendo pela prática repetida. Eu não sabia a tabuada até ter entrado no KUMON!
;)

Anônimo disse...

ensinar matemática, assim como outras disciplinas é uma arte, creio que o modo de ensinar mais eficaz seja aquele que traz significado. decorar em nada adianta... entender a lógica sim. por isso hoje qdo ensino a tabuada para os meus alunos ensino com a lógica nao com sabatinas ou repetiçoes ... ensino os meus alunos a pensarem...